Policial das mídias sociais ou incomodado com a vida alheia?

Há algum tempo atrás eu era um dos militantes em prol da inclusão digital, eu acreditava e ainda acredito que todos devem ter acesso a internet, meio esse onde se pode comunicar facilmente com o mundo todo, onde se pode aprender quase de tudo de uma forma universal, bastando para isso estar conectado.

Essa inclusão aconteceu, o que é ótimo! A parte ruim é que ela trouxe todo o tipo de gente, pois não houve e nem haveria de ter uma seleção de quem poderia ou não estar incluso, dentre os mais variados tipos de pessoas e personalidades, eu quero falar aqui sobre o:

Policial de Facebook

É aquele sujeito que, não faz muitas publicações na sua própria timeline, talvez por que ele não produza conteúdo satisfatório nem para ele mesmo, mas que prontamente comenta em forma de crítica tudo aquilo que ele vê nas publicações de outros.

Tudo para essa pessoa soa como uma afronta, tudo gera mimimi, tudo é modinha, mal sabe ele que, isso também é uma modinha, é o tal do politicamente correto, e talvez inconscientemente, ou em plena consciência, a pessoa quer fazer isso para de alguma forma, criar algo de valor em suas publicações, ou apenas a velha modinha de ser diferentão, causar polêmicas para ganhar likes, enfim, não sei o motivo ao certo.

O que eu acho é que essas pessoas não tem muito o que fazer e ficam nas redes sociais cuidando da vida alheia, já que talvez a própria vida não tenha muita emoção, e para ter um pouco de atenção, ficam criticando tudo e a todos.

E você o que acha desse tipo?
Como você chama

Autor:

Um cara único no mundo, pelo menos no jeito de pensar e agir.