Outubro Rosa – Mitos e Verdades

Todos nós devemos nos conscientizar sobre a prevenção do câncer de mama. É hora de enfrentar o preconceito, os mitos, romper as barreiras e acabar com o tabu sobre o tema. Vamos juntos falar mais sobre isso?

Mitos e verdades

“Se eu faço o autoexame de mamas todos os meses não preciso fazer mamografia.”
Mito. Normalmente, se você fizer o autoexame todos os meses e visitar o seu médico anualmente, uma mamografia por ano é suficiente. Nem o autoexame, nem o exame clínico, nem a mamografia são eficientes sozinhos.
“Desodorante antitranspirante pode causar câncer de mama.”
Mito. Na axila não existem células mamárias. Não existem pesquisas ou estudos que demonstrem haver qualquer ligação entre as duas coisas. O que pode acontecer é a obstrução de algumas glândulas sudoríparas, mas isso não afeta a mama.
“Usar sutiã faz mal para as mamas?”
Mito. Não há estudos que associem o uso do sutiã com a predisposição ao câncer de mama.
“Para retirar o tumor é preciso retirar também a mama.”
Mito. O ideal é tentar preservar a maior parte da mama, garantindo a segurança no estado clínico da paciente.
“Existem tipos diferentes de câncer de mama.”
Verdade. Existem diversos tipos de câncer de mama, assim como cada caso é direcionado para um tratamento específico que será mais eficiente.
“A mamografia também detecta outras lesões na mama.”
Verdade. O exame da mamografia pode detectar lesões que passam desapercebidas no toque e que podem evoluir para o câncer.
“Quem menstrua muito cedo tem maior probabilidade de desenvolver o câncer.”
Verdade. Essas mulheres que começaram seu ciclo menstrual mais cedo menstruam mais vezes ao longo da vida, o que influencia na exposição delas ao hormônio estrogênio, estimulante à reprodução das células das glândulas mamárias.
“Praticar uma atividade física ajuda na prevenção.”
Verdade. O sedentarismo e o excesso de peso são fatores que podem influenciar no desenvolvimento do câncer, uma vez que a gordura aumenta a produção do hormônio estrogênio.

O autoexame

Realize com frequência o autoexame para se prevenir. O passo a passo a seguir é bem simples:
  1. Com os braços levantados em frente ao espelho, observe o seio e verifique se há alguma mudança no seu formato ou contorno.
  2. Aperte suavemente o seio e faça movimentos circulares.
  3. Apalpe as axilas para sentir se há nódulos. Qualquer sensação diferente, procure um médico.
Fonte: Internet

Autor:

Um cara único no mundo, pelo menos no jeito de pensar e agir.